Entenda a relação da alimentação com o seu ciclo biológico 

O que comemos tem relação direta com o nosso ciclo biológico, definindo a qualidade do sono. Uma má alimentação, por exemplo, pode provocar insônia, ansiedade e a sensação de cansaço contínuo. Isso acontece porque, alimentos gordurosos e industrializados podem causar uma desordem metabólica e interferir na absorção de nutrientes. 

 

Por outro lado, ter uma boa alimentação pode ter um efeito positivo na qualidade do sono, fornecendo as vitaminas e nutrientes necessários para o processo de renovação celular e promovendo uma excelente vigília, mantendo o ciclo circadiano regulado. 

 

Confira no próximo tópico quais hábitos podem estar prejudicando o seu sono. 

 

Hábitos alimentares que prejudicam o sono 

  • Comer refeições grandes

Ter refeições maiores durante a janta pode resultar em inchaço, flatulência e outros desconfortos, dificultando o adormecimento. Isso porque, a gordura que foi ingerida leva mais tempo para ser processada pelo organismo. 

  • Consumir muito açúcar

Estudos mostram que a ingestão elevada de açúcares pode gerar uma carga de energia que pode atrapalhar o processo de relaxamento noturno. Além disso, o seu consumo pode resultar em várias desordens metabólicas. 

  • Ter um jantar muito apimentado

Refeições apimentadas contribuem diretamente para a azia, dificultando a qualidade do sono e até mesmo, causando desconforto. Além disso, alimentos ácidos como cervejas e refrigerantes, também podem contribuir para o despertar noturno. 

  • Tomar cafeína ao anoitecer 

O consumo de cafeína pode interferir na qualidade do sono se consumida até seis horas antes de dormir. Isso porque, ela interfere na ação da adenosina, uma substância química responsável pela indução do sono, atrapalhando o ciclo circadiano. 

Dicas para manter um sono de qualidade 

Entre os principais hábitos para ter o ciclo circadiano funcionando de forma mais saudável estão: 

  • Adotar práticas regulares de sono 
  • Praticar exercícios físicos durante o dia 
  • Limitar o uso de telas ao anoitecer 
  • Evitar a ingestão de estimulantes como: álcool, nicotina e cafeína 
  • Ter atividades mais relaxantes ao anoitecer 

Confira no próximo tópico os principais ativos que contribuem para a melhora do sono. 

Ativos que contribuem para uma boa noite de sono 

Phenibut

Ajuda no alívio da tensão, ansiedade e medo, para melhorar o sono. Proporciona relaxamento e melhora a qualidade do sono. 

 

Melissa Officinalis

É um fitoterápico considerado um sedativo moderado e age na melhora da insônia, ansiedade e da tensão.

 

Melatonina

Possui tecnologia de liberação dupla que é liberada de forma gradual ao longo da noite, promovendo um sono tranquilo e reparador, sem interrupções.

 

Extrato de Cereja Amarga

Composto por diversos fitoquímicos, atua na melhora da qualidade do sono através da regulação dos níveis de cortisol.

Saiba como a Officilab pode te ajudar a dormir melhor 

A Officilab manipula diversos ativos que podem ajudar na melhora do sono em diversas versões, tais como: cápsulas, tabletes e gotas sublinguais, strips, entre outros. Para saber mais, converse com seu médico para que seja escolhido o melhor tratamento para você.